domingo, 22 de julho de 2007

Insurreição Madorna...

Amanheceu. O despertador tocou. Ela se virou e desligou. De repente, uma vontade imensa de chorar invadiu-a. Não queria ver ninguém, não queria falar com ninguém, estava se sentindo cansada, impotente, fraca e frágil. Decidiu-se por não levantar e dormir, descansar para recuperar as energias, amanhã estaria melhor. Sim, amanhã seria um novo dia, tudo que ela precisava era de um momento consigo mesma. Deitou de barriga pra cima, colocou o travesseiro no rosto e quando já estava quase sonhando -imersa no prazer de estar descansando- o maldito despertador tocou de novo. Acordou seguido de um sobre-salto assustado, pegou o pequeno aparelho e o atirou na parede reduzindo-o a pequenos cacos. Deitou novamente, fechou os olhos, colocou o travesseiro no rosto para impedir a claridade e suspirou suavemente. Agora podia dormir aliviada, nada mais iria incomodá-la, dormiria, sonharia e acordaria mais disposta, mas o telefone tocou...

11 comentários:

direção disse...

Nina minha fiaaaaaaaaaaaaaa
><
Adorei o texto
Tu q fez ?!o.O'

Bjaaaum qridaa

Xelus no cu ;**

lily disse...

Nina, este texto se encaixa direitinho no dia a dia de minha irmã. Apesar de ser um texto sério e reflexissivo, ele pussui um certo humor sarcástico no final. Gostei de como você transforma um momento comum em algo repleto de significado e importancia, o que acho fundamental no trabalho de um escritor.
Está de parabéns!!!!

=D

Lembrando que estou aqui como leitora, viu?

beijos mil de liloca!!

Ariela disse...

Brinca... não é que minha irmã escreve bem? Muito bem? Tá de parabéns!!!!
Bjos

André disse...

Como sempre, texto d+!
Você tem talento.
Beijo

Lucinete disse...

Sua cara o texto, se fosse outra pessoa q tivesse escrito, diria q foi feito para vc.
Gostei muito!
Só queria msm saber se o telefone foi jogado janela abaixo?
Xero

Danilo "Fome" disse...

poxa ninoca, vc eh DARK!!!
deixa a minina durmir.. hahaahaha manero manero... curti ^.^

bjuuuu

Déu disse...

sorry por n comentaar antess ^^
Bom, n há quem nao se identifique com seu texto, quem nunca atirou ou pensou em kebrar o maldito despertador as 7 da manha?? HuHS
o meu qlq dia desses sobra...
Beeeeijooos continue escrevendooo!

Yuri Cardoso disse...

Nina!
Achei os textos magníficos! Você tem um talento surpreendente, com certeza terá um futuro promissor.
Quando sairem os livros quero um de graça e autografado.
Bjooo!...

OBS: Eu disse que viria. hehe

mariana disse...

Gostei, voltei e voltarei para ler os próximos!!!
bjo nina

Anônimo disse...

"Deitou novamente, fechou os olhos, colocou o travesseiro no rosto para impedir a claridade e suspirou suavemente. Agora podia dormir aliviada, nada mais iria incomodá-la..."

Isso comprovaria que ela teria se suicidado!
O complemento,falando que o telefone tocou é apenas o inferno,que ela se encontrao diabo sria o telefone!

Big texto!

Lucas Fernandes disse...

A menina com certeza não era parente da Bela Adormecida...

Moral do texto:Ela tinha que acordar de qualquer jeito!