segunda-feira, 8 de setembro de 2008

de liquidificador.

e aê tá certo ou num tá?
A verdade é que não sei, sabe. mesmo sabendo eu não sei direito. é algo que está na ponta da língua mas não tenho certeza do sabor. do gosto. ou se tem gosto mesmo. ou se são todos os gostos. ou a ausência deles. não sei e não quero ter certeza. porque as certezas fazem a evasão dos sentimentos e eu gosto dessa bagunça - organizada - eu gosto muito, muito! mesmo. quando tenho emoções de todas as cores mergulhada numa só, eu não me sinto, assim, seca. sinto como se o total fizesse parte de mim. Promiscuidade sentimental, sabe. tudo platônico. e eu gosto é assim, porque se não perde a graça. perde os detalhes de tudo. perde as sensações. os sentimentos. entende?!.




assim eu mergulho no todo. e o todo em mim. dessa forma, completo.!
e, no final, sou só soma.

7 comentários:

balelasetal disse...

e aê, conte algo aí de animador
me[Nina] says:
cheio de entusiasmo
me[Nina] says:
e...
me[Nina] says:
e qualquer coisa de riso


Agora eu que te peço: qualquer dia!um texto assim, no capricho, por favor?
pufavoooo mocinia

*-* linda

Bruno Azevedo disse...

impressionante esse texto... essa mistura de sensações, essa infinitude de sentimentos que nos ocorre a todo momento e na maior parte das vezes todos juntos.

é humano ser assim... indefinido.

bju!!

Lucas Moura disse...

Tenho certeza que as partes da sua soma multiplicam-se rotineiramente em felicidade por dividir a sorte de fazer parte desse todo tão bonito que se chama Nina. Sem tirar nem pôr.

l u a . disse...

sêca, eu também estou.

mas sentimento é assim. o pouco é pouco demais. não sei quem inventou que um tá bom, é mais bom. eu acho que tu, é quem sabe viver.

. minha casa, sua casa .

l u a . disse...

arco-de-côr mais lindo, desse mundo.

Nayanne disse...

Hum...
cm sempre estou aqui pra elogiar seus textos...
este em espicial adorei
afinal, cm vc msm disse: bem a minha cara!

Vamo q vamo nineuris!
=P
esse ano eh nosso!

lily disse...

adorei este textooo!!! Tudo é melhor quando misturadas. uma coisa ou outra, é chato é cansativo decidir, eu quero ser tudo e nada, quero um pouco da cada. nós somos misturas, somos frutos de uma infinidades de misturas genéticas "batidas" para dá uma forma nova. Nunca somos os mesmos, o mundo tem bilhões de anos e ninguém nunca foi exatamente o mesmo que um outro alguém. Somos pedaços de vários consolidando um inteiro. Beijos minha linda nina!